Tuesday, December 19, 2006

Todo escritor, artista, filósofo, músico ou ser humano que se preze já escreveu cartas a alguém. Woody Allen escreveu para Platão; Rilke, a um jovem poeta; Kafka, ao pai dele; Pero Vaz de Caminha, ao Rei D. Manuel; Van Gogh, a Théo; Mario de Andrade, a Câmara Cascudo; Mariana Alcoforado, ao léu; Scott e Zelda Fitzgerald, um ao outro; eu, ao Papai Noel...E você?

Wednesday, December 06, 2006

"Olhe profundamente para dentro da vida e encontrará sempre o desespero"
Friedrich Nietzsche

...Aquilo era um vaso. Que caiu e se despedaçou no chão.
No ar um som sugestivo de vento. Há quem procure por pessoas descuidadas ou que não respeitaram a santidade dos vasos amorosos. Há quem pense em supercolas e delicadezas para reconstruir com os mesmos moldes o vaso quebrado. Mas ele já está despedaçado.
Há alguns anos eu pensaria do que serveria um vaso se não há flor que lhe dê razão, se é só um vaso a mercê da solidão?
Agora penso que flores não precisam de vasos. Estão elas todas a mercê do tempo. E todos estes vasos partidos formarão um mosaico do que fomos, do que somos e do que poderíamos ter sido e do qual o coração é apenas um caco.

Ao meu querido amigo Rafael,
Com muito carinho