Monday, July 14, 2008

Agora já não há mais jeito, meu amor. Você destruiu tudo em querer fazer diferente dessa vez. Você estragou a nossa brincadeira de brigar.
Vou começar a encaixar as nossas cócegas, embalar as lágrimas, jogar fora da memória os momentos únicos de nossas vidas...E me despeço agora de todo o presente, dos tempos verbais, das nossas conjunções, não há mais como haver um futuro-mais que perfeito e não há mais sequer um passado-nada-perfeito...Nem eu, nem tu, nem ele...E já não há mais nós. Nem cegos, nem surdos, nem mudos.
Estou interseccionando tudo, até um dia te encontrar na rua e não te reconhecer. Nunca houve brilhos eternos.
Prefiro isso do que acreditar que tudo foi uma grande mentira. Agora, meu bem, será a minha vez de me enganar. Então, a partir de agora, eu não te amo mais!
I'm so so tired!!!