Saturday, January 28, 2006

Alma Pequena

Quando alguém vale a pena?
Se ele tiver móveis, carro, terreno, bom emprego, diploma, olhos transparentes, gosto por música, olhar para cinema, emoções para histórias? Se ele souber todos os clichês e falar línguas da Europa, cabelos longos e caracóis? Tocar baixo, cantar divino, recitar a noite? Sonhos barulhentos, planos dançantes, lágrimas sinceras? Sorrisos pneumáticos, alma periférica, cheiro de licor de alfazema? Se beijar bem, gesticular amor, simpatia a dar e dor a sentir, saúde de melatonina? Coração para a velocidade, fidelidade poética, fios de ouro, cachorro e cachorrinho? Tudo isso e nada disso...
Me aceita assim? E ele diz sim. Sim, ele vale a pena.
Ando tão ocupada que mal tenho tempo pra mim mesma...Mal tenho dormido em casa também...
Mas não se preocupem, que meu blog não será largado às traças.
O que acontece é que agora, EU TENHO MUUUUITO MAIS O QUE FAZER!

Wednesday, January 25, 2006

Estou ficando muito orgulhosa do meu coração...Cada dia que passa ele anda mais inteligente!

Tuesday, January 24, 2006

Lapsos de scraps

Vivo em pétalas de bem-me-quer, mal-me-quer. . .
Um dia quase estouro de alegria, outros a vida insiste em dizer-me...........
Agora chega a brincadeira.
Agora eu choro por amar demais....
De novo, me traí...Meu coração me traiu....
Devo ter nascido com sopro no coração...
Pq tudo que me vem eu sopro pra bem longe....
O AMOR é muito pequeno pra mim....Qd amo aceito tudo...
Principalmente as partes ruins...
Mas as minhas partes ruins, nunca são aceitas por quem amo....
Que balança injusta é essa????
Onde reclamo??? Procon???
O Inmetro falhou comigo????

Monday, January 23, 2006

Un nouvel espoir pour moi

Aimes-tu la pluie d'été, comme moi
Le parfum, la fraicheur, la promesse de l'automne
Toute cette beauté pour moi

Aimes - tu le chant des oiseaux, comme moi
Les cris d'allégresse, la promesse du printemps
Tais-toi, écoute leur chanson

Aimes-tu le point du jour, comme moi
La fin de la nuit, la promesse d'un début
Un nouvel espoir pour moi

Anonimo

Tie me Up

Haja corda para te prender
Senhorita nua, escorregadia...
Talvez seja como a sorte
Que se não catamos quando vem
Ninguém a segura em sua ida.
E é preciso amarrar firme e forte
Com a paixão daqueles que se agarram à vida
E da morte fogem...
Mas isso é tara dos que buscam se conter,
E é tanta coisa que não cabe num corpo só,
Num corpo que é só desejo,
Desejo que não se prende,
Não aprende...É bondade do que é bondagem
Iludir o que é livre
Controlar o que não há.
Não existe corda para te prender,
Mas existem outras coisas para te preencher.

Agradeço aqui ao Guto lindo pelo poema maravilhoso que me escrapeou...
Me deixou tão emocionada que seria um desperdício deixá-lo perdido nos scraps....
Adoro-te, Guto! Bjs

Thursday, January 19, 2006

:: Caminhos

Pela pintura e pelos tijolos percebe-se que por aqui existiu uma passagem...
Talvez tenha se erguido um muro de concreto, e tentado portões e grades.
Talvez tenha se permitido o fluxo e a invasão.
Mas hoje só há uma fria parede.
Sem retoques e acabamentos.
Apenas a dura e seca parede que na aspereza nota-se como ainda machuca os que ali tocam.

Como os caminhos do seu rosto que esconde o sorriso gélido.
Ou como o caminho do meu coração,
mesmo que eu diga que eu já não choro mais.

:: Curiosidade

Você tem mais medo das certezas ou das dúvidas???

Wednesday, January 18, 2006

Da Série dos Lençóis

Querido,

Você partiu há algumas poucas horas e a casa já está à sua espera. Nem preciso dizer o quanto você levou de mim junto com seu casaco que te abraça no meu lugar nessa fria manhã. Voltei pro quarto depois de me despedir de ti com o meu beijo de amor à porta da sala, e minha mente já começou a guardar pedaços das nossas vidas juntas. Os filmes, os livros, as risadas que ainda ecoam pelo ar, o seu chinelo debaixo da nossa cama, a sua escova de dentes, as nossas travessuras e nossos momentos mapeados no lençol que me chamou de volta para sentir o seu cheiro ainda fresco e o calor do seu corpo que ainda permanece por lá... Minha devoção vai retocando as lembranças dos dias e dos momentos mais felizes que vivi ao seu lado e que me fazem ter a certeza do sentido da minha existência.
Gosto da sua mão na minha quando vamos ao teatro, ao café da livraria, ao cinema, ao mercado, ou ao simples atravessar da rua...Gosto da sua mão acariciando o meu coração. Gosto da sua mão moldando a nudez da minha alma. Gosto da sua mão esculpindo suavemente o meu rosto. Gosto da sua mão tentando me fazer entender o seu amor. E por fim gosto da sua mão me amando de maneira única, como é o nosso amor...

Bis

Eu poderia continuar a traçar suas estrelas
E desenhar nossos afagos
E sussurrar nossas alegres cores em tuas mãos
E esquecer o nanquim nas nuances
Tantas vezes por nós ensaiadas
Mas agora, agora meu bem
Preciso apenas de um ponto de fuga
e recomeçar uma nova pintura
Quadro a quadro...
Das cores que não senti...
Eu sabia...
Não era amor...era apenas impressão?
[Escrito e publicado aqui em Outubro de 2005]

Tuesday, January 17, 2006

Teste

Interessante esse teste que o Max me passou...E esse é o meu resultado.
Seria só coincidência mesmo o fato de Camille Claudel sempre me exercer um fascínio enorme, desde pequena? O modo como ela ama e lida com os sentimentos que ela carregou até a morte, a loucura, os acessos de insanidades, o grande talento, os abandonos da família e do homem que ela amou, a doação, a fragilidade dessa mulher apaixonante...
Não quero um fim como o dela...Melhor então repensar no meu modo de amar...

Faça você também Que gênio-louco é você? Uma criação de O Mundo Insano da Abyssinia

Saturday, January 14, 2006

Seu PC é temperamental? Vive dando xiliques inesperadamente e do nada volta ao normal?
Segundo o Máximo, esse problema deve ser associado à presença ou ausência do cromossomo Y. Sim, existem computadores fêmeas e machos. ..Por isso antes de sair dando porrada na sua máquina, pense duas vezes antes de tentar utilizar a solução errada...

Friday, January 13, 2006

Me sinto uma lagartixa hoje...Estou surpresa com a minha capacidade de regeneração...

Wednesday, January 11, 2006

Ilusões


Aqui tem mais: http://www.ritsumei.ac.jp/~akitaoka/index-e.html

Porcoooooo!!!!!

É...Tô mal de pretendentes mesmo...
Eu, corintiana sendo convidada para comer um churrasco grego com "brejinha" na porta do Parque Antártica e ver a volta do Edmundo nos campos alviverde...
Isso seria uma cantada mesmo? Ou um chute feio na trave?
"Ralada" imperdoável essa...
Só pelo romantismo do churrasco grego e da brejinha eu até pensaria em ir...Mas entrar no meio dos torcedores palmeirenses, ninguém merece...

Apenas mais um suspiro...

Ah, se já perdemos a noção da hora
Se juntos já jogamos tudo fora
Me conta agora como hei de partir
Se, ao te conhecer, dei pra sonhar, fiz tantos desvarios
Rompi com o mundo, queimei meus navios
Me diz pra onde é que inda posso ir
Se nós, nas travessuras das noites eternas
Já confundimos tanto as nossas pernas
Diz com que pernas eu devo seguir
Se entornaste a nossa sorte pelo chão
Se na bagunça do teu coração
Meu sangue errou de veia e se perdeu
Como, se na desordem do armário embutido
Meu paletó enlaça o teu vestido
E o meu sapato inda pisa no teu
Como, se nos amamos feito dois pagãos
meus seios inda estão nas suas mãos
Me explica com que cara eu vou sair
Não, acho que estás te fazendo de tonta
Te dei meus olhos pra tomares conta
Agora conta como hei de partir

(EU TE AMO - Tom Jobim e Chico Buarque)
Já me disseram que invejam a pessoa que amo...Porque além de amá-lo com o coração eu o amo com meus rins também...
Como ele sabia que eu tenho pedras nos rins?

Tuesday, January 10, 2006

:: Ad Eternum

Em "Faraway, So Close" de Wim Wenders, o anjo Cassiel explicando a razão da morte:

-Por que alguém tem que morrer?
-Alguém tem que morrer para que o resto tenha uma vida mais significativa.

------------------------

-Estou cansada, Cassiel...É cansativo demais amar alguém que só nos afasta...

::Inversão

E se o grande amor for alguém que lhe ama muito e não alguém a quem você ama ?

Monday, January 09, 2006

Vou me cuidar.
Me espera no portão.
Trarei bombons sortidos.
E o que faltou entre o meu coração e o seu.
O tempo já não anda mais insuportável.
E ainda não encontrei todos os meus demônios.
Volto assim que der.

Mais uma página...


Aprendi que NINGUÉM mesmo quer me conhecer tão profundamente como permiti que me conhecesse...Isso deve ser meio perigoso...Ou sem graça mesmo...
As coisas começam para terminar...Ou terminam para começar? Não importa a ordem. O fato é que agora sim, eu percebo que necessito de grandes e profundas mudanças.
Seria fácil se mudanças tão profundas fossem tão rápidas de ocorrer como a mudança do aspecto do meu blog...Mas isso já, simbolicamente, surte o mesmo efeito.
Há acontecimentos que não dependem apenas de mim e da minha vontade. E infelizmente só me resta aceitar e me conformar...É a irreversibilidade dos fatos.
Há momentos que temos a impressão que podemos fazer o que queremos, avançar ou retroceder. E outros que sentimos que não devemos perder a chance, porque ela jamais voltaria a se apresentar novamente...Mas os fatos e o tempo são irreversíveis...
Acho que estou me acostumando com determinadas situações. Já citei Joubert uma vez por aqui...Pois bem, ele tem uma sábia filosofia de caminhão. "Faça da sua ausência o suficiente para sentirem a sua falta, perceberem o quão importante você é. Mas cuide para que esse tempo não mostre que o outro possa viver muito bem sem você."
É o sábio princípio da especulação em gestão empresarial e economica...Há o tempo certo para obtermos os melhores resultados em tudo.

Sunday, January 08, 2006

Manifesto 07/01/06


Pois é...
Viram como sou uma pessoa de palavra né?
O bom de se ter amigos é que mesmo quando vc ignora 58 chamadas de telefone celular, fora o do telefone padrão que nem tem como contabilizar, o pessoal vêm até a sua casa e te arrasta pra sua própria festa de aniversário que vc ia furar...
Obrigada Will, Claudio, irmão do Claudio, Randall, Mari, Paty, Danilo, Danilo do Cabeludos Comandam, Cabral, Bombah, Fefê, Bruno, Daniel, outros cabeludos do CC amigos do Bruno, Giba que não reconheci mas que veio de tão longe, fugindo de festa de família [Dia 28 prometo que te procuro até no banheiro masculino]...
Amei ter brindado o meu início de Fase Nova com vocês! Ter reencontrado e conhecido pessoas maravilhosas! Agora acabou-se o inferno astral! E já ando aceitando melhor o fim das coisas que amo...C'est la vie!
E obrigada também aos amigos que me deixaram scraps, mandaram e-mails ou me ligaram no meu aniversário!
Adoro todos vocês, mesmo odiando em me dar paz! Huahuahua!

Saturday, January 07, 2006

Tô me sabotando no meu próprio aniversário...
Não atendo mais telefonemas, não vou mais no Manifesto, e não falarei com mais ninguém hoje...
Me deixem em paz!!! Cansei de tudo e de todos!!!

Wednesday, January 04, 2006

Merda de inferno astral que não passa nunca...

Sunday, January 01, 2006

Narcisismo?

Eu descobri que me apaixono pela mente das pessoas...
A minha imaginação faz estragos dentro de mim...
Então, não seria pela minha mente que me apaixono????

Pérolas Natalinas

Via Msn:

=( diz:
Pois é, o Chato do Natal é que as bondades duram só uma semana, ou só algumas horas....Pq as pessoas não são assim todos os dias? odeio natal por isso tb
San diz:
todo mundo diz isso, usam sempre esse mesmo argumento contra o natal...já soa até clichê demais...e me perdoe, no fundo até vc, eu e quem diz isso são todos iguais...não tem como ser "bonzinho" todos os dias, né? digo de sair fazendo caridades, etc...no sentido financeiro mesmo...
=( diz:
:P
San diz:
eu odeio Natal por não ter mais 5 anos e não ganhar mais brinquedos... Por ter a minha família toda dilacerada....não ter meus pais aqui pra comer a comida deles, pq natal é tb a única vez que homem vai pra cozinha e meu pai fazia cada coisa...hummm....enfim...odeio natal por tb a cada ano que passa me ver mais e mais sozinha...enfim...a verdade mesmo...
=( diz:
É compreensível da tua parte, concordo com vc em gênero, numero e grau. mas olha pelo lado positivo: vc ainda pode sentar no colo do papai noel e pegar no saco de brinquedo dele...ashuashuahuashua
San diz:
Depende do Papai Noel...Se for aqueles gostosões cabeludos que vêm em mensagem de pps de amigas amicissimas...tipo uma do rodrigo santoro fantasiado de papai noel...daí sim...hahah!
=( diz:
KKKKKKKK! Agora entendo a relação que dizem de papai noel e pedofilia
San diz:
eu sempre disse que ele era pedófilo
=( diz:
eu jamais deixaria uma filha minha sentar no colo de um papai noel - " papai noel, é a sua bengala que ta me cutucando aí dentro das suas calças?.....Hohohoh! è sim, minha querida, é a minha BENGALA! "
San diz:
depende tb...se for o papai noel santoro, eu brigaria com a minha filha pra me sentar no colo dele e ganhar o pirulito dele ainda.....hahaha!
San diz:
Impressionante como somos malvados até em momentos natalinos...
=( diz:
E o peru? Tem arriação pra todos os gostos nessa de natal! Os caras matam uma galinha criada em laboratório, entopem ela de uma injeção químico-tóxico-radioativa, incham ele com hormônios femininos, e batizam de chester. E nós mortais pagamos mais de 20 pilas por um frango bombado, garantimos doenças vasculares e incitamos o aumento de ação de hormônio feminino em seres masculinos da nossa espécie...por isso cada ano aumentam o caso de homem frutinha
San diz:
HAhahah! Daí ele vai pra casa, jogam abacaxi e farofa até no c* imaginário do chester, e...já viu né...
=( diz:
dia seguinte dá-lhe cu assado de tanta caganeira natalina...No fim das contas é tudo cu assado...com ou sem farofa mesmo
San diz:
Huahuahua! E o atentado violento ao pudor? socam até cebola inteira no rabo do coitado...se não bastasse morrer, dá-lhe necrozoofilia nele. Os perus deviam se revoltar contra a Sadia
=( diz:
É foda essa vida de peru...e me lembrei agora que tem gente que come o cu das aves, em geral assado...chamam de sambiqueira...acho...ashuashuashua
San diz:
não...imagina só...chegar num restaurante e dizer “ Por favor, eu e minha família gostaríamos de comer um cu assado. Bem no ponto.” Hahahah!
=( diz:
uahuahuahua....-O senhor já fez o seu pedido? -Sim, eu vou comer um cu.
San diz:
É...aí ele leva vc nos fundos do restaurante onde as aves estão com as cloacas expostas e o fregues escolhe o cu que mais lhe agradar...
=( diz:
Essa é a melhor do natal...cartão da Heloisa Helena pro Lula: - “meus votos são de que o senhor nunca mais tenha votos.”
San diz:
Ti, já compraram os cus da ceia na sua casa? Eu depois que meus pais se foram, só como os cus na casa dos outros...na ceia como o cu da minha madrinha e no pós-ceia [ou seja, resto de cu de dia seguinte] da casa de algum amigo que sempre nos intimam...
=( diz:
Pois é...cardápio: cuscus


[Foda que esse ano, no Natal eu literalmente tomei no cu mesmo -ou até "pelo"...]

Música de câmara

Nesse dia sem SOL
LÁ SI foi sem DÓ
E foi de RÉ
Pra contemplar a agonia
Fugindo de MI